09/02/2018 Undime

Todas as notícias Categorias

Undime sugere mudanças no PAR

 

A Undime se reuniu no fim da manhã da terça-feira, 6 de fevereiro, com o ministro da Educação, Mendonça Filho, para tratar, entre outros assuntos, do Plano de Ações Articuladas (PAR).

O encontro aconteceu no gabinete do ministro, em Brasília, e contou com a presença do presidente da Undime e Dirigente Municipal de Educação de Alto Santo (CE), Alessio Costa Lima; o presidente da Undime Região Centro-Oeste e dirigente de Educação em Goiânia, Marcelo Ferreira da Costa; a presidente da Undime Pernambuco e dirigente de Bonito (PE), Maria Elza; e o presidente da Undime São Paulo e dirigente de Sud Mennucci (SP), Luiz Miguel Martins Garcia. Pelo MEC, estavam presentes também a secretária executiva do Ministério, Maria Helena Guimarães de Castro, e o secretário de Educação Básica, Rossieli Soares da Silva.

No âmbito do PAR, o presidente da Undime iniciou uma conversa na tentativa de encontrar uma solução para desobstruir o PAR, no que se refere às obras que estão paradas e geram uma trava no sistema.

Alessio explicou que muitos municípios têm obras paradas, as vezes há três ou quatro anos, e que o sistema do PAR fica obstruído em virtude dessa paralização. Isso acaba comprometendo o andamento de outras demandas no município. A ideia é encontrar uma solução para essa obstrução.

Em continuidade a essa conversa, o presidente da Undime se reuniu com o presidente do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), Silvio Pinheiro. Após a conversa, a Undime formalizou por meio de ofício a sugestão para que o sistema de bloqueio atualmente utilizado no PAR, seja feito de maneira parcial, específico e pontual para cada tipo de ação em que o município apresente inconsistências, inadimplências e/ ou em descumprimentos com as exigências requeridas. A proposta foi bem acolhida tanto pelo ministro como pelo presidente do FNDE.

"Desta forma, acreditamos que essa nova dinâmica aprimoraria o PAR, tornando o sistema mais acessível e com maior equidade no atendimento às demandas, visto que os menores municípios são os apresentam mais dificuldade técnica de operar o sistema e, consequentemente, obter o financiamento necessário a suas ações", disse Alessio ao completar: “esperamos que a sugestão apresentada seja acatada e posta em prática o mais rápido possível, como forma de beneficiar todos os 5.568 municípios brasileiros e também os alunos das redes públicas municipais que serão os mais beneficiados com a possibilidade de melhoria das condições de funcionamentos das escolas atualmente existentes”.

Fonte/ Fotos: Undime

Todas as notícias Todas as categorias